Tênis/Aberto da Austrália - ( - Atualizado )

Djokovic vence Murray e comemora inédito tri seguido na Austrália

Melbourne (Austrália)

O sérvio Novak Djokovic conquistou o Aberto da Austrália na manhã deste domingo. Atual número 1 do mundo, o tenista começou a decisão em desvantagem diante do escocês Andy Murray, mas virou depois de 3h40min de disputa para fechar com um triunfo por 3 sets a 1, parciais de 6/7 (2-7), 7/6 (7-3), 6/3 e 6/2.

Campeão das edições de 2011 e 2012 do primeiro Grand Slam da temporada, ele é o primeiro tenista a ganhar o torneio três vezes consecutivas na Era Aberta, iniciada em 1968. Os australianos Jack Crawford (1931-1933) e Roy Emerson (1963-1967) lograram o feito, mas o fizeram nos tempos do amadorismo.

Antes de Djokovic, nove tenistas falharam na tentativa de ganhar o Aberto da Austrália três vezes consecutivas – o último a ter a chance em Melbourne foi o suíço Roger Federer, campeão em 2006 e 2007, mas eliminado na semifinal de 2008 pelo próprio adversário sérvio.

Eficiente na manhã deste domingo, Djokovic teve sucesso em 35 de 41 subidas à rede. Ele aproveitou apenas três das 11 chances para quebrar o saque do rival, mas não teve seu serviço rompido durante todo o jogo. O sérvio cometeu mais erros não forçados (61 a 46), porém foi superior nos winners (47 a 29).

Na medida em que também ganhou o título em Melbourne na temporada de 2008, Djokovic passa a contabilizar um total de quatro conquistas no Aberto da Austrália. Assim, ele iguala o suíço Roger Federer e o norte-americano André Agassi como recordistas na Era Aberta.

AFP
Tenista sérvio Novak Djokovic vibra após vencer escocês Andy Murray na decisão do Aberto da Austrália de 2013
Novak Djokovic perdeu pela última vez no Aberto da Austrália nas quartas de final de 2010, diante do francês Jo-Wilfried Tsonga. Desde então, foram 21 vitórias consecutivas contra os principais adversários do circuito, a exemplo do espanhol Rafael Nadal e de Roger Federer.

Nascidos em maio de 1987, Novak Djokovic e Andy Murray se enfrentam regularmente desde a infância. Com o triunfo em Melbourne, o sérvio aumentou sua vantagem no confronto direto com o adversário, já que reúne 11 vitórias em 18 partidas desde 2006.

Com apenas 25 anos, Djokovic contabiliza um total de 35 títulos, entre eles seis Grand Slams – além do tetra na Austrália, foi campeão no Aberto dos Estados-2011 e em Wimbledon-2011. Já Andy Murray conheceu seu 14º vice-campeonato, o quinto em Majors.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade